1887
Surveillance report Open Access
Like 0
This item has no PDF Download

Abstract

A introdução, em 1983, da vacinação contra a rubéola no programa nacional de vacinação francês conduziu a uma redução dramática da incidência de infecções da rubéola durante a gravidez e do síndrome de rubéola congénita, conforme demonstrado pela rede de vigilância que inclui todos os laboratórios de diagnóstico que realizam análises de IgM contra a rubéola. Contudo, a cobertura subideal da vacinação na criança e mulher em idade reprodutora permite, respectivamente, a persistência da transmissão da rubéola e a ocorrência anual de dúzias de infecções pela rubéola durante a gravidez. Devem ser envidados esforços para aumentar a cobertura caso se pretendam evitar epidemias futuras decorrentes do nível significativo de susceptibilidade nas mulheres jovens.

Loading

Article metrics loading...

/content/10.2807/esm.09.04.00460-pt
2004-04-01
2017-11-19
http://instance.metastore.ingenta.com/content/10.2807/esm.09.04.00460-pt
Loading
Loading full text...

Full text loading...

/deliver/fulltext/eurosurveillance/9/4/art00460-pt.htm?itemId=/content/10.2807/esm.09.04.00460-pt&mimeType=html&fmt=ahah
Comment has been disabled for this content
Submit comment
Close
Comment moderation successfully completed
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error