1887
Editorial Open Access
Like 0
This item has no PDF Download

Abstract

Durante os últimos 20 a 30 anos, as estirpes de Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (SARM) tem sido presentes nos hospitais, convertindo-se numa das principais causas de infecções nosocomiais. A taxa de resistência a meticilina dos S. Aureus varía considerávelmente de um país a outro, tendo os Estados Unidos e o sul da Europa uma prevalência alta (>20%) e o Norte da Europa uma prevalência baixa (< =5%). Os SARM adquiridos na comunidade (CA-SARM) emergiram no mundo inteiro no final dos anos 1990. Houve muita confusão de literatura entre as infecções por SARM associadas a cuidados sanitarios na população geral em pacientes a risco para infecções nosocomiais a SARM (como os pacientes com história de hospitalisação no passado, apresentando uma deficiençia immunitaria, etc.), e as verdadeiras infecções CA-SARM devidas as estirpes presentes únicamente na comunidade.

Loading

Article metrics loading...

/content/10.2807/esm.09.11.00483-pt
2004-11-01
2017-11-18
http://instance.metastore.ingenta.com/content/10.2807/esm.09.11.00483-pt
Loading
Loading full text...

Full text loading...

/deliver/fulltext/eurosurveillance/9/11/art00483-pt.htm?itemId=/content/10.2807/esm.09.11.00483-pt&mimeType=html&fmt=ahah
Comment has been disabled for this content
Submit comment
Close
Comment moderation successfully completed
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error