1887
Editorial Open Access
Like 0
This item has no PDF Download

Abstract

Uma larga série de medidas, específicas ou não, foram introduzidas nas duas últimas décadas, no rastreio das doações sanguíneas para reduzir o risco residual de transmissão de infecções virais. O teste dos ácidos nucleicos (NAT, nucleic acid testing) é a última medida específica introduzida em 1995 pela industria do plasma e posteriormente utilizada nas doações de sangue em varios países da Europa e fora da Europa. O NAT foi implementado para responder à necessidade de reforçar a segurança dos bancos de sangue porque este teste permite de detectar durante o periodo da “janela serológica”, as infecções virais agudas que não foram detectadas pelos métodos de rastreio convencionais. As estimações dos riscos residuais de infecções virais transmitidas pelo sangue são essenciais para avaliar o impacto deste novo teste de rastreio na segurança dos bancos de sangue. Nesta edição, seis países Europeus (França, Alemanha, Italia, Espanha, Suiça e Reino Unido), nos quais o NAT foi implementado recentemente, descrevem a sua experiência e o resultado da evaliação dos riscos residuais de infecções virais nos seus componentes de sangue [1-6].

Loading

Article metrics loading...

/content/10.2807/esm.10.02.00516-pt
2005-02-01
2017-11-20
http://instance.metastore.ingenta.com/content/10.2807/esm.10.02.00516-pt
Loading
Loading full text...

Full text loading...

/deliver/fulltext/eurosurveillance/10/2/art00516-pt.htm?itemId=/content/10.2807/esm.10.02.00516-pt&mimeType=html&fmt=ahah
Comment has been disabled for this content
Submit comment
Close
Comment moderation successfully completed
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error