1887
Outbreak report Open Access
Like 0
This item has no PDF Download

Abstract

Nos Países Baixos em 2003, ocurreu um surto de gripe aviar muito patogeno de tipo A e subtipo H7N7 numa quinta avícola. A infecção pelo virus foi detectado por RT-PCR (reverse transcriptase-polymerase chain reaction) em 86 trabalhadores da quinta e em três contatos familiares. A maioria das infecções estava associada com uma conjuntivite. Para determinar a amplitude e os factores de risco para a transmissão interhumana de gripe A/H7N7 nos Países Baixos, foi levado a cabo um estudo de cohorte retrospectivo nas familias dos empregados da quinta infectados pelo virus. Em tudo, 33 (58,9%) dos 56 (entre 62) participantes que tinham dado amostras de sangue tinham uma serología positiva para o virus H7. Os testes foram realizados num só amostra obtida pelo menos três semanas depois do inicio de sintomas no caso índice. Oito membros familiares foram sintomaticos (conjuntivite e/ou sindrome gripal), e quatro sôbre cinco (80%) eram seropositivos. Nas analises univariadas, os factores de risco para seropositividade incluíam ter pelo menos duas casas de banho, um pássaro na casa, e usar lenços de teçido. Foi impossível obter um modelo estável de regressão binomial para estudiar a infecção por A/H7N7. Deveria-se realizar mais estudios de seroprevalência nos contactos de casos H7 asintomaticos.

Loading

Article metrics loading...

/content/10.2807/esm.10.12.00584-pt
2005-12-01
2017-11-23
http://instance.metastore.ingenta.com/content/10.2807/esm.10.12.00584-pt
Loading
Loading full text...

Full text loading...

/deliver/fulltext/eurosurveillance/10/12/art00584-pt.htm?itemId=/content/10.2807/esm.10.12.00584-pt&mimeType=html&fmt=ahah
Comment has been disabled for this content
Submit comment
Close
Comment moderation successfully completed
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error