1887
Euroroundup Open Access
Like 0
This item has no PDF Download

Abstract

Na maior parte dos países, a vigilância das doenças meningocócicas está basada numa combinação de sistemas de declaração obrigatoria e de notificação pelos laboratorios, considerándo-se que os dois subestimam o peso da doença. A incidência das doenças meningocócicas varía entre os países da Europa, e embora existem muitas razões para explicar isto, é importante quantificar o grau de sub-avaliação para poder validar as comparações internacionais. Presentamos aqui uma revisão das publicações sobre a avaliação das doenças meningocócicas na Europa e sobre os métodos disponíveis para estimar o grau de sub- notificação. Resulta que a sensibilidade dos sistemas de vigilância é variavel segundo os países e no tempo, a diferença vai de 40% a 96%. Foram identificados cinco métodos apropriados para levar a cabo estudos de avaliação, desde simples inquéritos comparativos até técnicas mais complicadas como a captura-recaptura e as análises de regressão. Estes estudos podem ser utilisados para identificar os pontos fracos dos dados de vigilância e melhorar estes sistemas. Estes resultados também são pertinentes para a vigilância de outras doenças transmissiveis, especialmente aquelas com menor mortalidade e menor impacto público que as doenças meningocócicas para as quais uma avaliação sería útil.

Loading

Article metrics loading...

/content/10.2807/esm.10.12.00586-pt
2005-12-01
2017-11-22
http://instance.metastore.ingenta.com/content/10.2807/esm.10.12.00586-pt
Loading
Loading full text...

Full text loading...

/deliver/fulltext/eurosurveillance/10/12/art00586-pt.htm?itemId=/content/10.2807/esm.10.12.00586-pt&mimeType=html&fmt=ahah
Comment has been disabled for this content
Submit comment
Close
Comment moderation successfully completed
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error