1887
Surveillance report Open Access
Like 0
This item has no PDF Download

Abstract

Entre os riscos conhecidos associados às transfusões de sangue, a transmissão de virus patógenos é considerada como uma das mais graves, e foram desenvolvidas durante as ultimas duas décadas uma serie de medidas para reduzir-la. Actualmente, tem-se considerado que o risco de transmissão de infecções virais através de componentes do sangue é muito baixo nos países desenvolvidos. O estudo seguinte analiza, entre 1996 e 2003, a incidência do VIH, do virus da hepatite B (VHB), e do virus da hepatite C (VHC) em 99% dos dadores de sangue voluntarios dos servicios de transfusão da Cruz Vermelha Suiça. Também foi estimado o risco destes marcadores virais. Durante este periodo, a taxa de incidência do VHC não parou de abaixar, enquanto a incidência do VIH e do VHB não diminuiu de maneira significativa. Entre 2001 e 2003, no último período calculado, o risco residual estimava-se em 1 por 1.900.000 para o VIH, 1 por 2.200.000 para o VHC, e 1 por 115.000 para o VHB. Estes resultados coincidem com os estudos internacionais, que tem demostrado que entre 1996 e 2003 o risco residual foi mais alto para o VHB que para o VHC e o VIH.

Loading

Article metrics loading...

/content/10.2807/esm.10.02.00518-pt
2005-02-01
2017-11-24
http://instance.metastore.ingenta.com/content/10.2807/esm.10.02.00518-pt
Loading
Loading full text...

Full text loading...

/deliver/fulltext/eurosurveillance/10/2/art00518-pt.htm?itemId=/content/10.2807/esm.10.02.00518-pt&mimeType=html&fmt=ahah
Comment has been disabled for this content
Submit comment
Close
Comment moderation successfully completed
This is a required field
Please enter a valid email address
Approval was a Success
Invalid data
An Error Occurred
Approval was partially successful, following selected items could not be processed due to error